Rede Social do Café

T Ó P I C O : Preços do café caem leve no mercado internacional

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5190

Visitas: 23.214.460

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Preços do café caem leve no mercado internacional


Autor: Leonardo Assad Aoun

60 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 16/10/2020 12:51:51


Leonardo Assad Aoun comentou em: 16/10/2020 12:47

 

Preços do café caem leve no mercado internacional

 

BALANÇO SEMANAL — 12 a 16/10/2020

Preços do café caem leve no mercado internacional

Cotações foram pressionadas pela valorização do dólar ante o real e pela possibilidade de retorno das chuvas no cinturão cafeeiro do Brasil

Os contratos futuros do café arábica registraram perdas moderadas no acumulado da semana até ontem, pressionados pela força do dólar e pela possibilidade da volta da chuva no cinturão cafeeiro do Brasil. Na Bolsa de Nova York, o vencimento dez/20 recuou 205 pontos, fechando a US$ 1,095 por libra-peso. Já na ICE Europe, o vencimento jan/21 do robusta foi cotado a US$ 1.286 por tonelada, avançando US$ 6.

A moeda norte-americana registrou três ganhos consecutivos e encerrou a quinta-feira valendo R$ 5,6250, o que implica ganho de 1,8% na comparação com a semana anterior. Segundo analistas, a divisa subiu devido às incertezas sobre a agenda fiscal no Brasil e, internacionalmente, às indefinições sobre o pacote de estímulos dos EUA e à segunda onda de Covid-19 na Europa.

Em relação ao clima, a Somar Meteorologia prevê muita chuva na região Sudeste neste fim de semana, em especial na costa do Espírito e do Rio e janeiro. Entre o norte de São Paulo e todo o Estado de Minas Gerais, podem ocorrer temporais nesta sexta-feira, enquanto as demais áreas paulistas recebem chuvas passageiras.

No domingo, as precipitações continuam no RJ e no ES e ganham intensidade sobre todo o Estado de SP e MG, com possibilidade de acumulados mais elevados no Triângulo Mineiro e nas faixas norte e nordeste paulistas.

No mercado físico, boa parte dos agentes se manteve retraída, inviabilizando negócios e fazendo com que as cotações pouco oscilassem. Os indicadores calculados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) para as variedades arábica e conilon se situaram em R$ 540,51/saca e R$ 398,92/saca, com variações, respectivamente, de 0,5% e 1,3%.

 

 

Mais informações para a imprensa

Assessoria de Comunicação CNC

Paulo André C. Kawasaki

(61) 3226-2269 / imprensa@cncafe.com.br

Visualizar | |   Comentar     |  



1