Rede Social do Café

T Ó P I C O : Em evento, vice-governador reconhece a importância da cafeicultura irrigada para o setor

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5033

Visitas: 20.434.638

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Em evento, vice-governador reconhece a importância da cafeicultura irrigada para o setor


Autor: Lilian Rodrigues

54 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 13/03/2018 17:42:57


Lilian Rodrigues comentou em: 13/03/2018 17:34

 

Em evento, vice-governador reconhece a importância da cafeicultura irrigada para o setor

 

 

Antônio Andrade que participou nesta terça-feira da solenidade de abertura da Fenicafé, em Araguari

O vice-governador do Estado de Minas Gerais, Antônio Andrade, reconheceu durante a solenidade de abertura da Fenicafé, a importância da cafeicultura irrigada para o agronegócio café. “As técnicas de irrigação evoluíram muito. No passado era gasto cerca de 3 mil litros de água para irrigar um único hectare, hoje esse número gira em torno de 800 litros, caminhando-se para gastar menos. Isso graças a uma feira como esta, que todos os anos apresenta ferramentas e pesquisas inovadoras para o setor”.

Ao falar sobre números, Andrade destacou o papel de Minas na produção brasileira. O estado produz cerca de 50% de todo café do Brasil e representa cerca de 40% das exportações do país. “Se Minas Gerais fosse um país, seria o maior produtor de café do mundo. Cerca de 3,9 bilhões de dólares foram negociados em café no Estado”.

O vice-governador garante que se todos os setores acompanhassem o desenvolvimento da agropecuária O Brasil seria uma das maiores potência do mundo. “Os dados comprovam que 70% do crescimento do PIB foi do agronegócio. A agricultura representou 17% do Produto Interno Bruto no ano passado, passando para 240 mi de toneladas”.

Ao finalizar, Antônio Andrade diz que devemos investir não só em conhecimento, mas também na industrialização. “Fazer o que a Alemanha já faz. O País não tem nenhum pé de café plantado, mas é o maior exportador de café torrado e moído do mundo”, conclui.

Fenicafé - A Feira reúne especialistas, estudantes e produtores de café em um mesmo espaço. É uma grande oportunidade para discussão de aspectos relevantes da cafeicultura irrigada e tem contribuído para o crescente cultivo dessa modalidade no Brasil.

Promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA), a Fenicafé é dividida em três partes: o Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado, a Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura e o Simpósio de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada. O evento acontece até quinta-feira(15), no Pica Pau Country Club em Araguari, no Triangulo Mineiro.

Visualizar | |   Comentar     |  



1