Rede Social do Café

T Ó P I C O : Fundamentos seguem firmes e arábica volta subir na Bolsa de Nova York

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5223

Visitas: 24.381.568

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Fundamentos seguem firmes e arábica volta subir na Bolsa de Nova York


Autor: Leonardo Assad Aoun

21 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 14/10/2021 11:08:00


Leonardo Assad Aoun comentou em: 14/10/2021 10:59

 

Fundamentos seguem firmes e arábica volta subir na Bolsa de Nova York

 

Dezembro/21 tinha alta de 290 pontos, negociado por 211,55

O mercado futuro do café arábica voltou a registrar valorização para os principais contratos no pregão desta quinta-feira (14) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). As cotações voltam a subir após forte recuo no último pregão. 

Por volta das 08h55 (horário de Brasília), dezembro/21 tinha alta de 290 pontos, negociado por 211,55 cents/lbp, março/22 tinha alta de 285 pontos, cotado a 214,45 cents/lbp, maio/22 tinha valorização de 295 pontos, valendo 215,50 cents/lbp e julho/22 registrava valorização de 215,95 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também voltou a subir nesta manhã. Novembro/21 tinha alta de US$ 9 por tonelada, valendo US$ 2142, janeiro/22 registrava alta de US$ 11 por tonelada, cotado a US$ 2154, março/22 tinha alta de US$ 9 por tonelada, valendo US$ 2105 e maio/22 tinha valorização de US$ 10 por tonelada, valendo US$ 2082.

De acordo com a última análise do Escritório Carvalhaes, diversos agentes e operadores têm visitado as principais regiões produtoras de café no Brasil, constatando pessoalmente a extensão dos estragos.

"Também se conscientizam que as chuvas que começam a chegar a partir do início de outubro não estancarão instantaneamente o ciclo de perdas, e muito menos recuperarão o que já foi perdido para a safra do próximo ano. Nosso parque cafeeiro está enfraquecido e em condições difíceis", destaca.

Por: Virgínia Alves

Visualizar | |   Comentar     |  



1