Rede Social do Café

T Ó P I C O : Café com cacau é sabor de Bahia em ritmo de timbalada

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5201

Visitas: 23.687.997

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Café com cacau é sabor de Bahia em ritmo de timbalada


Autor: Leonardo Assad Aoun

52 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 22/02/2021 18:29:49


Leonardo Assad Aoun comentou em: 22/02/2021 18:31

 

Café com cacau é sabor de Bahia em ritmo de timbalada

 

Por José Luiz Tejon/A Tarde

Cooperativas criam intercooperação e isso dá boa música | Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Cooperativas criam intercooperação e isso dá boa música. Foto: Divulgação

A mistura dos ritmos é uma marca sensorial baiana.

E no agronegócio parcerias de cooperativas da agricultura familiar lançam novo café gourmet. Mas além disso criam uma fusão de sensibilidades únicas ritmando café com cacau.

A cooperativa de serviços sustentáveis da Bahia – Coopessba, na pessoa da sua presidente Carine Assunção, afirmou: “cacau e chocolate têm tudo a ver juntos. Trabalhamos com uma linha de chocolates veganos mais intensos, e saborear um bom café acompanhado de um bom chocolate, com certeza proporciona um prazer único”.

Essa cooperativa está em Ilhéus, onde tem a marca naTucoa, dos chocolates veganos. E agora lança o café natucoa em parceria com a Moreno Torradores. Esta marca pertence aos cafés da cooperativa de cafés especiais e agropecuária de Piatã – Coopiatã , na Chapada Diamantina.

Este grão do café natucoa tem uma maturação mais lenta, pois é originado em altas altitudes e num clima suave de Piatã. O café é mais doce. Uma torra mediana proporciona sabores de chocolate e caramelo . A colheita é manual, a torra artesanal dos agricultores familiares.

O presidente da Coopiatã, Rodolfo Moreno, objetiva expandir as marcas. Também aborda desejar criar intercooperação com mais cooperativas no estado.

Estas iniciativas têm o apoio do projeto do governo do estado, Bahia Produtiva. Assistência técnica e gerencial fazem parte dos modelos educativos do cooperativismo.

A companhia de desenvolvimento rural – CAR , ligada à secretaria do desenvolvimento rural, conta com um cofinanciamento do Banco Mundial.

Existe muito dinheiro barato no mundo para ser aplicado no conceito do international development. Eis aqui um ótimo exemplo da Bahia. Cooperativas criam intercooperação e isso dá boa música. Uma ótima timbalada do amigo Carlinhos Brown.

Visualizar | |   Comentar     |  



1