Rede Social do Café

T Ó P I C O : Café: NY intensifica perdas nesta segunda e Londres segue operando com estabilidade

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5201

Visitas: 23.688.029

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Café: NY intensifica perdas nesta segunda e Londres segue operando com estabilidade


Autor: Leonardo Assad Aoun

38 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 22/02/2021 17:17:52


Leonardo Assad Aoun comentou em: 22/02/2021 17:21

 

Café: NY intensifica perdas nesta segunda e Londres segue operando com estabilidade

 

O mercado futuro do café arábica segue operando com baixas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O pregão começou com quedas técnicas, mas as perdas se intensificaram durante a manhã. 

Por volta das 11h40 (horário de Brasília), março/21 tinha queda de 105 pontos, valendo 126,45 cents/lbp, maio/21 registrava queda de 115 pontos, valendo 128,05 cents/lbp, julho/21 operava com baixas de 100 pontos, valendo 130 cents/lbp e setembro/21 registrava queda de 115 pontos, valendo 131,65 cents/lbp. 

Também por volta deste horário, o dólar registrava intensa valorização ante ao real, com alta de 2,46% e cotado por R$ 5,52 na venda. O dólar em valorização tende a dar suporte de baixas na Bolsa. Por outro lado, o otimismo com uma demanda mais aquecida nos Estados Unidos pode limitar as baixas para o café. Além disso, todo o setor cafeeiro segue acompanhando as condições das lavouras brasileiras, já focando na safra de 2022.

Café: NY intensifica perdas nesta segunda e Londres segue operando com estabilidade

Publicado em 22/02/2021 11:34102 exibições
 
 
 

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica segue operando com baixas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O pregão começou com quedas técnicas, mas as perdas se intensificaram durante a manhã. 

Por volta das 11h40 (horário de Brasília), março/21 tinha queda de 105 pontos, valendo 126,45 cents/lbp, maio/21 registrava queda de 115 pontos, valendo 128,05 cents/lbp, julho/21 operava com baixas de 100 pontos, valendo 130 cents/lbp e setembro/21 registrava queda de 115 pontos, valendo 131,65 cents/lbp. 

Também por volta deste horário, o dólar registrava intensa valorização ante ao real, com alta de 2,46% e cotado por R$ 5,52 na venda. O dólar em valorização tende a dar suporte de baixas na Bolsa. Por outro lado, o otimismo com uma demanda mais aquecida nos Estados Unidos pode limitar as baixas para o café. Além disso, todo o setor cafeeiro segue acompanhando as condições das lavouras brasileiras, já focando na safra de 2022.

Já na Bolsa de Londres, o café tipo conilon segue operando com estabilidade. Março/21 tinha alta US$ 2 por tonelada, valendo US$ 1345, maio/21 subia US$ 2 por tonelada, negociado por US$ 1371, julho/21 registrava valorização de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 1387 e setembro/21 operava com alta de US$ 3 por tonelada, valendo US$ 1400. 

Por: Virgínia Alves

Visualizar | |   Comentar     |  



1