Rede Social do Café

T Ó P I C O : Exportação de cafés somam 44,5 milhões de sacas em 2020

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5201

Visitas: 23.683.320

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Exportação de cafés somam 44,5 milhões de sacas em 2020


Autor: Leonardo Assad Aoun

66 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 26/01/2021 19:33:43


Leonardo Assad Aoun comentou em: 26/01/2021 19:26

 

Exportação de cafés somam 44,5 milhões de sacas em 2020

 

Cafe arábica. Foto: divulgação

Apesar da pandemia de Covid-19 e seus respectivos impactos na economia global, com a adoção de medidas de prevenção em diversos países, as exportações dos cafés do Brasil no ano de 2020 atingiram o maior volume de sua história, com o equivalente a 44,5 milhões de sacas de café de 60kg, somados cafés verde, solúvel e torrado & moído, o que representou um aumento de 9,4% em relação às exportações brasileiras de café em 2019. Desse total, foram 79,7% de café arábica, 11,1% de conilon e 9,2% de cafés industrializados.

Do total dos cafés do Brasil exportados em 2020, os cafés industrializados foram responsáveis pelo volume equivalente a 4,1 milhões de sacas, um aumento de 2,3% em relação a 2019. As exportações de café verde atingiram 40,4 milhões de sacas, um crescimento de 10,2% em relação a 2019. Dentre as exportações de café verde o arábica foi responsável pela venda ao exterior de 35,5 milhões de sacas, volume que representou uma alta de 8,4% em relação a 2019 e o recorde histórico anual para exportações dessa variedade. O café da espécie conilon teve 4,9 milhões de sacas exportadas no ano, o que representou um aumento de 24,3% em relação ao ano passado, além de também ser o maior volume já registrado em um ano nas exportações dessa espécie.

A receita cambial gerada pelas exportações dos cafés do Brasil em 2020 foi de US$ 5,6 bilhões, alta de 10,3% em comparação com 2019. Ao converter para a moeda nacional o valor da receita chega a R$ 29 bilhões, um crescimento de 44,1% nos mesmos termos comparativos. Referida receita em reais foi equivalente a 5,6% do total gerado com as exportações do agronegócio brasileiro e 2,7% de toda venda ao exterior no ano.

Fonte: Monitor Mercantil

Visualizar | |   Comentar     |  



1