Rede Social do Café

T Ó P I C O : Café inicia sexta-feira andando de lado após 2 sessões de altas mais expressivas

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5175

Visitas: 22.920.189

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Café inicia sexta-feira andando de lado após 2 sessões de altas mais expressivas


Autor: Leonardo Assad Aoun

15 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 31/07/2020 10:38:18


Leonardo Assad Aoun comentou em: 31/07/2020 10:36

 

Café inicia sexta-feira andando de lado após 2 sessões de altas mais expressivas

 

O mercado futuro do café arábica começou o pregão desta sexta-ferira (31) com variações técnicas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). As cotações podem ter um dia de realização de lucros após altas motivadas pelo aquecimento da demanda nas duas últimas sessões. 

Por volta das 09h06 (horário de Brasília), setembro/20 subia 10 pontos, valendo 115,45 cents/lbp, dezembro/20 tinha queda de 5 pontos, negociado por 118,20 cents/lbp, março/21 subia 20 pontos, valendo 119,90 cents/lbp e maio/21 tinha alta de 10 pontos, negociado por 120,90 cents/lbp. 

Na última sessão, depois da Starbucks, foi a vez da Nestlé mostrar um aquecimento na demanda do café e dar suporte de alta aos preços do exterior. As valorizações para os principais contratos ultrapassaram os 300 pontos. A Nestlé SA divulgou que ultrapassou os rivais em dificuldades de bens de consumo ao reportar vendas mais altas em meio à forte demanda por café em escritórios domésticos. 

Às 09h11, o dólar registrava baixa de 0,33% e era cotado por R$ 5,18 na venda. O dólar em um dia de alta pode pressionar os preços do café no exterior. Em contrapartida, favorece as exportações. O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. 

"O dólar abriu em alta contra o real nesta sexta-feira, retornando como perdas registradas antes da meia-noite em torno da economia da saúde dos Estados Unidos, mas ainda caminhando para o registro na segunda semana consecutiva de queda contra a divisa brasileira", destacou a agência Reuters em sua primeira análise do dólar. 

Mercado Interno - Última sessão 

No Brasil, as principais praças produtoras acompanharam o exterior e encerraram o dia com valorização nas principais praças produtoras. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 3,59% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 577,00. Araguarí/MG registrou alta de 3,70%, negociado por R$ 560,00, Varginha/MG subiu 3,57%, negociado por R$ 580,00. Espírito Santo do Pinhal/SP teve valorização de 1,82%, valendo R$ 560,00, Franca/SP teve alta de 2,70%, valendo R$ 570,00 e Cafelândia/PR teve alta de 3,98%, estabelecendo os preços por R$ 469,80. 

O tipo cereja descascado teve alta apenas em Guaxupé/MG, de 3,31%, estabelecendo os preços por R$ 625,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 655,00 Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 585,00, Varginha/MG manteve o valor de R$ 620,00 e Campos Gerais/MG manteve o valor de R$ 609,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Por: Virgínia Alves

Visualizar | |   Comentar     |  



1