Rede Social do Café

T Ó P I C O : PROCAFÉ - ANÁLISE FOLIAR DEVE OBSERVAR ÉPOCA CORRETA

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5175

Visitas: 22.920.149

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

PROCAFÉ - ANÁLISE FOLIAR DEVE OBSERVAR ÉPOCA CORRETA


Autor: Leonardo Assad Aoun

699 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 31/07/2020 05:02:04


Leonardo Assad Aoun comentou em: 30/07/2020 18:14

 

FOLHA TÉCNICA 522 - ANÁLISE FOLIAR DE CAFEEIROS DEVE OBSERVAR ÉPOCA CORRETA

 

J.B. Matiello, S.R. Almeida e L. Bartelega- Engs Agrs Fundação Procafé e  Diego B. Rocha - Tec Agr COOPADAP

A análise química das folhas em cafeeiros deve ser combinada com a observação do estágio vegetativo/produtivo da lavoura, o que facilita adotar a época adequada para a análise, de forma a permitir, em seguida, a interpretação correta dos seus resultados e a aplicação de medidas nutricionais corretivas.

A análise química do solo é importante para o conhecimento da sua disponibilidade de nutrientes, constituindo a base para o suprimento e equilíbrio desses nutrientes, adicionados pelas adubações. Eles são translocados  para a parte aérea das plantas, onde as folhas mantém a maior parte das reservas nutricionais da planta. Assim, a análise foliar é uma ferramenta auxiliar e complementar da análise de solo, pois reflete a capacidade das plantas em aproveitarem os nutrientes disponíveis nesse solo.

A época mais usual e indicada para realizar a análise foliar em cafeeiros deve coincidir no início da granação dos frutos, que, normalmente, ocorre em janeiro, cerca de 3 meses após a floração. Nessa ocasião os cafeeiros já tiveram tempo para absorver boa parte dos nutrientes do solo, e, em contrapartida, a  folhagem já vem sendo exigida, pela transferência de reservas para formação dos grãos. Essa época é adequada, ainda, por que os padrões ou níveis foliares limiares dos nutrientes nas folhas, determinados pela pesquisa e indicados para comparação, foram obtidos através de análises também efetuadas nessa fase do cafeeiro. Além disso, com base nos resultados da análise foliar, ainda vai ser possível fazer ajustes na adubação programada.

Análises foliares de cafeeiros realizadas muito cedo podem mostrar níveis irreais, normalmente altos, pois as folhas ainda não foram exigidas. Ao contrário, se efetuadas muito tarde podem expressar níveis muito baixos, estes devidos à forte demanda pelos frutos, em estágios mais avançados. Análises efetuadas em época diferente da normal indicada podem ser úteis, apenas, quando se deseja diagnosticar algum problema, que venha a surgir e que necessite de uma comprovação analítica.

No boletim de análises do laboratório, mostrado na tabela 1, podem ser observados resultados de níveis nutricionais em folhas de cafeeiros coletadas e analisadas em fins de março, revelando  grande pobreza em boa parte dos nutrientes. Pode-se verificar que esses  resultados se encontram mascarados pela época de coleta das amostras.  Eles, agora, pouco servem,  apenas indicam que os cafeeiros poderão sofrer stress, no pós-colheita mesmo por que, nessa época, já não é possível fazer muita coisa nutricionalmente.

Os padrões de níveis de nutrientes em cafeeiros, considerados em 3 faixas de suficiências, conforme indicados na publicação Cultura do Café no Brasil- Manual de Recomendações, da Fundação Procafé, estão colocados na tabela 2, podendo ser usados para comparação.

image001 image002 (1) image003

 

Visualizar | |   Comentar     |  



1