Rede Social do Café

T Ó P I C O : Boletim semanal - Escritório Carvalhaes

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 4960

Visitas: 19.029.108

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Boletim semanal - Escritório Carvalhaes


Autor: Leonardo Assad Aoun

70 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 21/04/2017 09:48:23


Leonardo Assad Aoun comentou em: 21/04/2017 06:41

 

Boletim semanal - Escritório Carvalhaes

 

Abaixo está o último boletim publicado.

Se quiser consultar boletins anteriores, clique aqui.

Santos, quinta-feira, 20 de abril de 2017

Depois de fechar com boas altas na segunda e terça-feira, os contratos de café na ICE Futures US fecharam ontem e hoje em forte baixa. Os contratos com vencimento em julho próximo perderam ontem 490 pontos e hoje, quinta-feira (amanhã, “Tiradentes”, é feriado nacional no Brasil) fecharam com 635 pontos de baixa! De segunda a quinta-feira a perda acumulada foi de 695 pontos. 

Isso acontece às vésperas da colheita de uma safra de ciclo baixo no Brasil, maior produtor e exportador mundial, que para chegar ao final do atual ano safra 2016/2017 (julho de 2016 a junho de 2017), de ciclo alto, foi obrigado a diminuir o volume de suas exportações e a leiloar o que restava de seus estoques governamentais, zerando pela primeira vez suas reservas públicas de café. Ainda esta semana uma liderança das indústrias brasileiras de torrefação declarou que o abastecimento de café verde para o setor é crítico. O abastecimento é crítico, mas os preços caem. 

Os fundamentos do mercado físico de café valem cada vez menos tanto no mercado físico como nas bolsas de futuro, agora comandadas por grandes fundos de investimentos com interesses de curto prazo e seus programas baseados em algoritmos. A revista Isto É Dinheiro (nº 1014 de 13.04 – “O gestor de fundos que elegeu Trump”) traz exemplo do tamanho e poder de um desses fundos, o “Renaissance Fund, que atualmente emprega cerca de 300 PhDs e administra US$ 26 bilhões . Fundos como esse atuam em todos os mercados ao redor do mundo. Fica difícil acreditar em fundamentos e que será possível conseguir preços justos em nossas exportações de café com cotações definidas a partir do que acontece na ICE Futures US. 

Não faltam análises e exemplos na imprensa sobre a velocidade com que avançam os softwares com inteligência artificial. A nova era digital com sua capacidade de extrair, processar e analisar uma quantidade inacreditável de informações traz imensos desafios e obrigará o mercado de café a desenvolver novos mecanismos de formação de preço e operação. 

O Ministério da Agricultura elevou ontem os preços mínimos do café para o período entre abril de 2017 e março de 2018, segundo portaria publicada no Diário Oficial da União. O café arábica tipo 6, bebida dura para melhor, com até 86 defeitos, peneira 13 acima, teve o preço mínimo reajustado para 333,03 reais por saca de 60 quilos na temporada 2017/18, ante 330,24 reais em 2016/17. O café conilon tipo 7, com até 150 defeitos, peneira 13 acima, teve o valor de referência estabelecido em 223,59 reais por saca, ante 208,19 reais na temporada anterior. Os preços mínimos definidos pelo governo servem de referência para programas de apoio aos produtores rurais nos momentos em que há uma forte queda nos valores praticados no mercado. Esses números estão fora da realidade e precisam ser revistos para mais. 

Chama a atenção a tímida reação das lideranças da produção. Tanto com as fortes quedas das cotações do café em um período de escassez como com a falta de realidade no reajuste dos preços mínimos do café. 

A "Green Coffee Association" divulgou que os estoques americanos de café verde totalizaram 6.724.857 em 31 de março de 2017. Alta de 279.083 sacas em relação às 6.445.774 sacas existentes em 28 de fevereiro de 2017. 

Até dia 19, os embarques de abril estavam em 846.727 sacas de café arábica, 20.063 sacas de café conilon, mais 50.466 sacas de café solúvel, totalizando 917.256 sacas embarcadas, contra 1.037.544 sacas no mesmo dia de março. Até o mesmo dia 19, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em abril totalizavam 1.350.964 sacas, contra 1.507.045 sacas no mesmo dia do mês anterior. 

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 13, quinta-feira, até o fechamento de hoje, quinta-feira, dia 20, caiu nos contratos para entrega em julho próximo 695 pontos ou US$ 9,19 (R$ 29,01) por saca. Em reais, as cotações para entrega em julho próximo na ICE fecharam no dia 13 a R$ 586,88 por saca, e hoje dia 20, a R$ 560,85 por saca. Hoje, quinta-feira, nos contratos para entrega em julho a bolsa de Nova Iorque fechou com baixa de 635 pontos. 
 

Escritório Carvalhaes

Visualizar | |   Comentar     |  



1