Rede Social do Café

T Ó P I C O : Café: Bolsa de Nova York renova perdas da véspera nesta tarde de 5ª feira ainda em ajustes

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 4928

Visitas: 18.788.443

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Café: Bolsa de Nova York renova perdas da véspera nesta tarde de 5ª feira ainda em ajustes


Autor: Daniel Caetano Bastos

58 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 20/04/2017 13:54:53


Daniel Caetano Bastos comentou em: 20/04/2017 10:48

 

Café: Bolsa de Nova York renova perdas da véspera nesta tarde de 5ª feira ainda em ajustes

 

Publicado em: 20/04/2017  -  Via Notícias Agrícolas

Por: Jhonatas Simião

Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com queda de mais de 100 pontos nesta tarde de quinta-feira (20) e estendem as perdas registradas na sessão anterior. O mercado realizou ajustes para baixo na véspera depois que os vencimentos no terminal não tiveram forças para avançar acima de US$ 1,50 por libra-peso e esse movimento continua na sessão de hoje.

Por volta das 13h25 (horário de Brasília), o contrato maio/17 registrava 136,50 cents/lb com queda de 150 pontos, o julho/17, referência de mercado, estava cotado a 139,05 cents/lb com baixa de 160 pontos. Já o vencimento setembro/17 caía 150 pontos, a 141,50 cents/lb, e o dezembro/17, mais distante, tinha perdas de 150 pontos e estava sendo negociado a 144,95 cents/lb.

O mercado do arábica consolida as perdas da véspera em ajustes técnicos após nas últimas sessões ter suporte das informações sobre a produção de café no Brasil, maior produtor e exportador da commodity no mundo. A importadora de café Wolthers Douque fez uma rota por lavouras de café do Brasil e várias cooperativas e concluiu que a produção coloca o mercado em uma situação delicada, em cerca de 48 a 49 milhões de sacas.

Segundo agências internacionais, liquidações de lucros de investidores, a queda do petróleo e o câmbio também deram pressão às cotações externas da variedade na sessão nesta quarta-feira.

No Brasil, também por volta das 09h38, o tipo 6 duro era negociado a R$ 475,00 a saca de 60 kg em Patrocínio (MG) – estável, em Guaxupé (MG) os preços também seguiam estáveis a R$ 472,00 a saca e em Espírito Santo do Pinhal (SP) estava sendo cotado a R$ 470,00 a saca.

Segundo o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Esalq/USP), a liquidez é baixa no arábica com a disparidade entre vendedores e compradores restringindo maiores quantidades comercializadas.

» Clique e veja as cotações completas de café

FONTE: Notícias Agrícolas

Visualizar | |   Comentar     |  



1