Rede Social do Café

T Ó P I C O : UPL traz Saúde Vegetal como tema principal para Expocafé 2019

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5093

Visitas: 21.471.294

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

UPL traz Saúde Vegetal como tema principal para Expocafé 2019


Autor: Leonardo Assad Aoun

36 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 15/05/2019 14:36:17


Leonardo Assad Aoun comentou em: 15/05/2019 14:49

 

UPL traz Saúde Vegetal como tema principal para Expocafé 2019

 

Por Amanda Pimentel/Grupo Cultivar

Do estabelecimeto incial da lavoura até a mesa do consumidor, essa é uma das frases que conceituam o programa Pronutiva, da UPL , que estará presente na Expocafé 2019 em Três Pontas, Minas Gerais. “Cuidar de todo ciclo do cultivo de forma integrada, com um completo portfólio de soluções que garantem a sinergia entre proteção de cultivos e as mais modernas tecnologias que estimulam e fortalecem a planta na busca da Saúde Vegetal é o principal objetivo do programa Pronutiva”, explica o Gerente de Marketing responsável pela cultura do café na UPL, João Gabriel Matielli Mancine.

A UPL apresentará a novidade que será a apresentação do Programa Pronutiva para a cultura do café através da combinação e integração de ferramentas de proteção + biossoluções. “Nossa equipe conseguirá orientar sobre como utilizar as soluções integradas para o controle e manejo de pragas e doenças no café e alcançar resultados através de incremento de produtividade, saúde vegetal e bons ganhos financeiros ao produtor”, afirma Mancine.

Além disso, a empresa levará também aos cafeicultores os principais temas agronômicos enfrentados na cafeicultura, o manejo eficiente da Broca-do-café com o inseticida Sperto e o controle efetivo da Ferrugem do café com o Fungicida Triziman.

A broca é uma das principais pragas da cultura do café, e nas últimas safras, há um cenário muito mais intenso no que diz respeito à broca-do-café. Um dos princípios ativos que era utilizado para seu controle foi proibido, e, além disso, cresceram muito as exigências com a qualidade do café, tanto pelas entidades públicas quanto privadas. “Naquele cenário lançamos o inseticida Sperto que já se tornou uma ferramenta fundamental no manejo da Broca-do-café, sendo uma das tecnologias que teve a mais rápida adoção da história da cafeicultura. Produtores e consultores entenderam que se tratava exatamente do que precisavam como parte da ‘guerra contra a broca-do-café’ – um inseticida altamente eficaz, mas que respeita o bolso do cafeicultor”, explica o Líder de Marketing da UPL, Giano Caliari.

E principalmente quando fala-se de uma das pragas, que por características e hábitos em seu ciclo torna seu controle um desafio maior. “Uma coisa muito importante que se deve lembrar quando se fala no controle da broca-do-café é que não existem ‘soluções mágicas’, e o controle químico deve ser apenas um dos pilares dentro de uma estratégia de manejo mais ampla”, salienta Caliari. 

Já, o fungicida multissítio Triziman, lançamento recente da UPL, auxilia no controle ao fungo Hemileia vastatrix Berk. et Br. que causa e torna a Ferrugem do Cafeeiro uma das principais doenças em todo o mundo para a cultura cafeeira. A Ferrugem do cafeeiro tem causado danos significativos aos cafeicultores ao longo dos últimos anos por apresentar índices elevados de infecções em áreas expressivas no Brasil, onde tem ocorrido em momentos diversos, o que pode significar uma adaptação do patógeno aos tratamentos tradicionalmente utilizados ou uso inadequado de períodos de controle da doença. “Assim como na Broca, o manejo integrado de soluções é algo que deve ser planejado e priorizado pelos produtores”, explica Mancine. Triziman, apresenta-se com eficiência no controle da Ferrugem, sendo uma ferramenta com três ingredientes ativos para o manejo, onde além da ação sistêmica, um deles tem a ação “Multissítio”, o que torna um produto indicado para o manejo da resistência da Ferrugem do Cafeeiro.

“Queremos poder mostrar ao produtor de café que integrando soluções, com estratégias aliadas ao manejo de resistência e a utilização de ferramentas com função protetiva associadas às biossoluções, que envolvem uso de soluções sustentáveis que respeitam o meio ambiente e as boas práticas de produção alimentar, o resultado será alta produtividade, controle eficiente e um café com ainda mais qualidade”, finaliza Mancine. 

Visualizar | |   Comentar     |  



1