Rede Social do Café

T Ó P I C O : Depois de mínimas históricas, café arábica em NY segue em correção nesta tarde de 2ª

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5074

Visitas: 21.002.142

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Depois de mínimas históricas, café arábica em NY segue em correção nesta tarde de 2ª


Autor: Leonardo Assad Aoun

18 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 15/04/2019 13:45:12


Leonardo Assad Aoun comentou em: 15/04/2019 13:56

 

Depois de mínimas históricas, café arábica em NY segue em correção nesta tarde de 2ª

 

Os futuros do café arábica operam com alta de mais de 50 pontos nesta tarde de segunda-feira (15) na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). O mercado segue em acomodação depois de testar mínimas de mais de 10 anos na semana passada, mas também há suporte do câmbio.

Por volta das 12h27 (horário de Brasília), o vencimento maio/19 registrava alta de 95 pontos, a 91,35 cents/lb e o julho/19 anotava 93,85 cents/lb com avanço de 90 pontos. Já o contrato setembro/19 operava com ganhos de 80 pontos, a 96,35 cents/lb.

Após testar mínimas histórias na semana passada acompanhando novos dados da oferta global de café, o mercado da variedade na ICE passou a subir nos últimos dias em movimento de acomodação e estende  ganhos na sessão desta segunda-feira.

Além do movimento corretivo, o câmbio também contribui para o avanço do mercado nesta segunda. Às 12h31, o dólar comercial caía 0,23%, cotado a R$ 3,880 na venda, acompanhando o cenário político no Brasil. A moeda mais baixa em relação ao real desencoraja exportações.

Apesar da alta, operadores continuam acompanhando o desenvolvimento a safra brasileira. "A colheita no Brasil está se aproximando. As ideias são de produção de 62 ou 63 de sacas em 2018/19 e de 52 milhões de sacas na temporada atual", disse o vice-presidente da Price Futures Group, Jack Scoville.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 381,00 a saca de 60 kg em Guaxupé (MG), em Espírito Santo do Pinhal (SP) registravam R$ 380,00 e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 356,00.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Jhonatas Simião

Visualizar | |   Comentar     |  



1