Rede Social do Café

T Ó P I C O : Festival de gastronomia incorpora café ao menu de 11 restaurantes do DF

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5050

Visitas: 20.429.887

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Festival de gastronomia incorpora café ao menu de 11 restaurantes do DF


Autor: Leonardo Assad Aoun

44 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 14/09/2018 10:56:47


Leonardo Assad Aoun comentou em: 14/09/2018 11:11

 

Festival de gastronomia incorpora café ao menu de 11 restaurantes do DF

 

gastronomia

Entrada, prato principal e sobremesa custam de R$ 52 a R$ 69. Festival vai de 14 de setembro a 4 de outubro.

 Na capital do trabalho, um “cafezinho” quase sempre cai bem. Uma xícara pra acordar, dar energia, aliviar o estresse ou apenas para degustar. Quem se entrega aos prazeres do grão amargo, agora, tem um motivo não muito convencional para apreciar o sabor da bebida.

Nesta sexta-feira (14), Brasília recebe o primeiro festival que mistura café e alta gastronomia. Onze restaurantes da cidade aceitaram o desafio de incluir o grão nas receitas – e o espresso pós-refeição ainda vem de brinde.

Menu do restaurante Pinella no festival “Momento Speciale”, de Brasília — Foto: Gui Teixeira/Café do Sítio/Divulgação

Até 4 de outubro, eles oferecem um menu com entrada, prato principal e sobremesa. Em pelo menos um deles, o café é ingrediente obrigatório.

Entre os pratos, tem rosbife com creme de cebola queimada e café, fettucini de café ao molho Alfredo e picadinho de filé, e torta de chocolate maltado com café. O preço do menu varia de R$ 52 e R$ 69.

Para degustar

De entrada, o Loca Como Tu Madre investiu em uma mistura colorida: carpaccio de beterraba com cebola roxa caramelizada no café e raspas de limão siciliano. O grão moído ainda vai salpicado nas fatias rosas do legume.

cafedositio-loca090318-11-m

Menu do restaurante Loca Como Tu Madre no festival “Momento Speciale”, de Brasília — Foto: Gui Teixeira/Café do Sítio/Divulgação

 “A cebola é caramelizada com um pouco de açúcar e finalizada com o café do tipo frutado coado”, explicou a chef Giovanna Maia.

No Martinica (a única cafeteria participante), o café é destaque no prato principal – um risoto de cogumelos frescos. O segredo da receita, segundo o chef Michel Hipólito, está na forma de extração da bebida: a frio.

cafedositio-martinica090318-7-m

Risoto de cogumelos frescos com café coado a frio está no menu do Martinica no festival “Momento Speciale”, de Brasília — Foto: Gui Teixeira/Café do Sítio/Divulgação

“O grão é moído e fica 24 horas de molho em água na geladeira. Depois ele é filtrado lentamente. Assim, todos os óleos essenciais ficam retidos no filtro e o que sobra é apenas o sabor do café sem amargor.”

Como na maioria dos risotos, a receita também leva manteiga. Uma mistura que, de acordo com o chef, exercita as papilas a lembrar do tradicional “café com leite”.

prato-principal-mayuu2-090818-gui-teixeira-1-

Prato principal do restaurante de sushi MaYuu no festival “Momento Speciale”, de Brasília — Foto: Gui Teixeira/Café do Sítio/Divulgação

 Para quem duvida das possibilidades de harmonização da comida salgada com café, o sushi MaYuu preparou uma mistura, no mínimo, curiosa. O prato principal é uma junção de tapioca, tataki de salmão, maionese defumada, ovas de masago e sagu de café.

“Usei o sagu de mandioca mesmo, a tinta preta da lula para colorir e o café para dar sabor”, explicou o chef, Leonardo Bezerra.

entrada-mayuu2-090818-gui-teixeira

Dangos de salmão com café crocante estão no menu do restaurante MaYuu sushi no festival “Momento Speciale”, de Brasília — Foto: Gui Teixeira/Café do Sítio/Divulgação

“Primeiro tntei fazer com o grão moído grosseiramente, mas não ficou bom. Depois moí bastante e coei na peneira pra deixar passar só o pó mais fino. Então, fiz um café bem forte e deu certo.”

Como manda a tradição japonesa, todo o prato é feito à mão, inclusive a moagem do café. “O shusimen faz tudo com as mãos, nossa energia está toda nelas.”

cafedositio-carpediem-sobremesa082918-6-gui-teixeira

Crème brûlée de doce de leite com café é a sobremesa do Carpe Diem no menu do festival “Momento Speciale”, de Brasília — Foto: Gui Teixeira/Café do Sítio/Divulgação

 De sobremesa, o tradicional Carpe Diem foi direto ao ponto: crème brûlée de doce de leite com café. “Já tivemos um trio no cardápio que era: tradicional, doce de leite e chocolate. Fiz uma adaptação e deu certo”, contou o chef e dono do restaurante, Fernando La Rocque.

cafedositio-emporioarabe-sobremesa083018-5-gui-teixeira

Mousse de café com crocante de cardamomo e calda de café é a sobremesa do Empório Árabe no menu do festival “Momento Speciale”, de Brasília — Foto: Gui Teixeira/Café do Sítio/Divulgação

O Empório Árabe também escolheu a sobremesa para dar destaque ao café, mas adicionou uma especiaria típica do oriente – cardamomo. O tempero vem na forma de uma farofa crocante e acompanha uma mousse de café.

Por Luiza Garonce, G1 DF/CCCMG

Visualizar | |   Comentar     |  



1