Rede Social do Café

T Ó P I C O : Café: Em ajustes, Bolsa de Nova York estende perdas nesta tarde de 5ª feira em mais de 100 pts

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 4976

Visitas: 19.498.594

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Café: Em ajustes, Bolsa de Nova York estende perdas nesta tarde de 5ª feira em mais de 100 pts


Autor: Leonardo Assad Aoun

13 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 07/12/2017 18:45:22


Leonardo Assad Aoun comentou em: 07/12/2017 15:38

 

Café: Em ajustes, Bolsa de Nova York estende perdas nesta tarde de 5ª feira em mais de 100 pts

 

Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com queda de mais de 100 pontos nesta tarde de quinta-feira (7) e estendem as perdas das últimas sessões. O mercado segue osccilando com base em ajustes técnicos ante as valorizações da semana anterior e também acompanha as chuvas no cinturão produtivo do Brasil. Essa já é a quarta queda seguida.

Por volta das 09h00 (horário de Brasília), o contrato dezembro/17 estava cotado a 124,85 cents/lb – fechamento da sessão anterior, o março/18 caía 20 pontos, a 125,90 cents/lb. O contrato maio/18 operava com recuo de 20 pontos e estava sendo negociado a 128,05 cents/lb e o julho/18 tinha desvalorização de 30 pontos, cotado a 130,25 cents/lb. Essa é a quarta baixa seguida.

Após fortes altas nos últimos dias, o mercado do arábica na ICE tem realizado ajustes nas últimas sessões e já se distancia de US$ 1,30 por libra-peso. Além disso,  as recentes chuvas no estado de Minas Gerais, maior produtor de café no país, também contribuem para o viés negativo, já que operadores estão mais tranquilos com o desenvolvimento da safra.

A previsão para os próximos dias segue de chuvas de até 100 milímetros em diversas áreas produtoras de Minas Gerais. Alguns municípios já decretaram estado de emergência.

No Brasil, por volta das 09h00, o tipo 6 duro era negociado a R$ 455,00 a saca de 60 kg em Espírito Santo do Pinhal (SP) – estável, em Guaxupé (MG) os preços também seguiam estáveis a R$ 447,00 a saca e em Poços de Caldas (MG) estavam sendo cotados a R$ 447,00 a saca. Os negócios no mercado interno voltaram a ficar lentos nesses primeiros dias de dezembro.

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Visualizar | |   Comentar     |  



1