Rede Social do Café

T Ó P I C O : Café: Cotações do arábica operam com leve alta nesta manhã de 3ª feira na Bolsa de NY

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 4972

Visitas: 19.407.989

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Café: Cotações do arábica operam com leve alta nesta manhã de 3ª feira na Bolsa de NY


Autor: Leonardo Assad Aoun

36 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 14/11/2017 10:11:47


Leonardo Assad Aoun comentou em: 14/11/2017 07:07

 

Café: Cotações do arábica operam com leve alta nesta manhã de 3ª feira na Bolsa de NY

 

Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com leve alta nesta manhã de terça-feira (14), mas estendem os ganhos registrados na véspera. O mercado passa por acomodação técnica, mas também segue atento nas informações sobre a safra 2018/19 do Brasil e os dados de exportações em outubro.

Por volta das 09h30 (horário de Brasília), o contrato dezembro/17 estava cotado a 127,70 cents/lb com alta de 10 pontos, o março/18 subia 15 pontos, a 130,90 cents/lb. O contrato maio/18 operava com avanço de 20 pontos e estava sendo negociado a 133,25 cents/lb e o julho/18 tinha valorização de 20 pontos, cotado a 135,60 cents/lb.

A Volcafe, divisão suíça de café da trader ED&F Man, estimou no sábado (11) que os estoques de café do Brasil, maior produtor e exportador do grão no mundo, podem terminar a temporada 2017/18 em um mínimo de cinco anos, com 15 milhões de sacas de 60 kg. Além disso, as exportações e informações sobre a safra do Brasil seguem repercutindo no mercado. As informações partem da Reuters internacional.

No Brasil, por volta das 09h30, o tipo 6 duro era negociado a R$ 460,00 a saca de 60 kg em Espírito Santo do Pinhal (SP) – estável, em Guaxupé (MG) os preços também seguiam estáveis a R$ 463,00 a saca e em Poços de Caldas (MG) estavam sendo cotados a R$ 463,00 a saca. Poucos negócios são vistos no mercado interno brasileiro.

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Visualizar | |   Comentar     |  



1