Rede Social do Café

T Ó P I C O : Café: Bolsa de Nova York sobe 200 pts nesta 2ª feira com recompras e suporte do câmbio

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 4960

Visitas: 19.029.017

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Café: Bolsa de Nova York sobe 200 pts nesta 2ª feira com recompras e suporte do câmbio


Autor: Daniel Caetano Bastos

60 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 20/03/2017 13:06:22


Daniel Caetano Bastos comentou em: 20/03/2017 09:51

 

Café: Bolsa de Nova York sobe 200 pts nesta 2ª feira com recompras e suporte do câmbio

 

Publicado em: 20/03/2017  -  Via Notícias Agrícolas

Por: Jhonatas Simião

Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com alta de cerca de 200 pontos nesta tarde de segunda-feira (20) em recompras técnicas e com suporte do câmbio, que impacta nas exportações do grão. Diante dessa valorização, os principais vencimentos do mercado já estão próximos de retomar o patamar de US$ 1,45 por libra-peso.

Por volta das 12h22 (horário de Brasília), o contrato março/17 anotava 140,80 cents/lb com 105 pontos de alta, o maio/17, referência de mercado, registrava 144,05 cents/lb com avanço de 200 pontos. Já o vencimento julho/17 estava cotado a 146,45 cents/lb com valorização de 210 pontos e o setembro/17, mais distante, também tinha ganhos de 210 pontos, a 148,75 cents/lb.

Pela manhã, o analista de mercado da Maros Corretora, Marcus Magalhães, afirmou que as bolsas para o café operavam do lado azul da tabela com recompras sendo registradas, "nada que possa revalidar um novo rally de alta, mas apenas ajustes técnicos", disse em seu boletim diário Dia a Dia no Campo. "A indicação é de que tenhamos dias tranquilos", reportou.

Nos últimos dias, o mercado do café arábica tem oscilado entre alta e baixa buscando direcionamento, mas sempre ao redor de US$ 1,40/lb. A falta de novidades foi consenso entre os principais analistas de mercado na última semana. O analista e vice-presidente da Price Futures Group, Jack Scoville, disse que "não há nada de muito novo para o mercado absorver". Com esse avanço de hoje, os principais vencimentos já estão próximos de reconquistar o patamar de US$ 1,45/lb.

Além dos ajustes técnicos, as cotações futuras do arábica na ICE têm suporte do câmbio. Com investidores cautelosos diante da possibilidade de entrada de menos recursos no país por conta das exportações menores em decorrência da operação Carne Fraca, o dólar comercial operava em baixa. Às 12h09, a moeda norte-americana caía 0,57%, vendida a R$ 3,0829. O dólar mais baixo em relação ao real tende a desencorajar as exportações da commodity, com isso os preços externos do grão tendem a subir.

No Brasil, também por volta das 09h10,o tipo 6 duro era negociado a R$ 490,00 a saca de 60 kg em Patrocínio (MG) – estável, em Guaxupé (MG) os preços também seguiam estáveis a R$ 475,00 a saca e em Espírito Santo do Pinhal (SP) estava sendo cotado a R$ 500,00 a saca.

FONTE: Notícias Agrícolas

Visualizar | |   Comentar     |  



1